O papel do RH no combate ao racismo estrutural - Blog Negras do Brasil O papel do RH no combate ao racismo estrutural | Blog Negras do Brasil

O papel do RH no combate ao racismo estrutural

O profissional de Recursos Humanos (RH) tem o papel fundamental de disseminar a cultura, missão, visão e valores das organizações assim como ser o principal agente de mudanças. Nas ultimas semanas o planeta viu como o racismo estrutural pode ser fatal para uma pessoa negra, vimos o assassinato covarde de um homem negro por policiais brancos nos EUA, (no Brasil temos diversos casos que infelizmente não geram indignação na população), assassinato que acendeu o debate sobre a violência policial e o racismo estrutural, em tempos de profunda reflexão sobre o tema fica a pergunta, qual o papel do profissional de recursos humanos no combate ao racismo estrutural?



O racismo estrutural é um conjunto de práticas institucional, históricas, culturais e interpessoais dentro de uma sociedade que com freqüência coloca um grupo social e étnico em uma posição de sucesso e prejudicam outros grupos, no Brasil os negros são os mais prejudicados pelo racismo estrutural. Segundo dados do IBGE, em uma pesquisa sobre Desigualdade Social por Cor e Raça de 2019, homens brancos seguidos das mulheres brancas têm os melhores salários enquanto homens negros e mulheres negras ganham menos, a pesquisa ainda frisa que a mulher negra ganha menos da metade do salário de um homem branco. O vídeo abaixo mostra um excelente exemplo de como é a visão de alguns profissionais de RH frente as pessoas negras.


Por conta dessa “visão” temos poucos negros em cargos de liderança nas organizações, porque simplesmente não é dado ao profissional negro a oportunidade de mostrar sua capacidade. Dentro das empresas existem muitos profissionais racistas, os comentários abaixo foram feitos em uma postagem da empresa Bombril que pedia "desculpas" por terem relançado uma esponja de lã de aço para limpeza pesada com o nome "Krespinha". Algumas pessoas, como eu, foram até a postagem da empresa no Linkedin para informá-los que esse tipo de erro não é aceitável e alguns racistas decidiram defender a posição da empresa, algum desses racistas ocupam cargos de liderança e são eles que podem facilmente impedir a inserção de pessoas negras no mercado de trabalho, essas pessoas acham que a luta contra o racismo é "frescura", um deles comparou uma pessoa negra com sapatos pretos ou marrons que estão no nível do chão, qualquer profissional de RH anti-racista ao ler essas mensagens demitiria imediatamente esses colaboradores, ninguém deseja trabalhar ao lado de racistas, mas no nosso país ainda estamos muito atrasados no enfrentamento a ações de racistas e muitas vezes as organizações preferem ter racistas no poder do que enfrentar efetivamente o racismo.

O que o RH pode fazer efetivamente?

Combater e impedir que pessoas racistas estejam em cargos de liderança, além de alinhar as estratégias de RH, desde a base, para combater o racismo estrutural, algumas das metas abaixo podem e devem ser implementadas no dia a dia das empresas.
Contrate ou promova pessoas negras para cargos estratégicos como gerentes, coordenadores, etc;
Ofereça salários e condições justas de trabalho para pessoas negras;
Tenha política de tolerância zero com profissionais racistas, não tenha medo de demitir uma pessoa racista, elas contaminam o ambiente empresarial e não agregam nenhum valor para sua empresa;
E promova em sua empresa reflexões sobre o racismo no Brasil a ano todo e não só em datas marcantes como o dia da abolição e o dia da consciência negra, caso você profissional de RH, não entenda muito do assunto procure pessoas que entendam e treine sue equipe para ser anti-racista.


Então gestor você esta disposto a mudar essa realidade? Esta disposto a ter equipes verdadeiramente diversas ou vai ficar como muitas empresas e somente ter diversidade na propaganda da TV?

0 comentários. Clique aqui para comentar!

Deixe seu comentário, elogio ou pergunta que respondo com todo carinho.